Última atualização: 17/09/2018 - 21:40

MAXIMILIANO

MAXIMILIANO

AUTOR

ANÓNIMO CRÓNICA IMPERADOR MAXIMILIANO

MANUSCRITOS

CIM. LISBOA. BN: COL. POMB. 490

PARATEXTOS CÓLOFON

colofon-lisboa-bn-col-pomb-490.pdf

 

[415v] Fim Regi immortali, invisibili soli sapienti Deo Laus, honor et gloria per infinitae seculorum aetates tribuatur.
Amen.

 

COMPOSIÇÕES POÉTICAS

composicoes-lisboa-bn-col-pomb-490.pdf

 

[366r] A fé só é a que salva.

 

 

[388v] Bem pouco tem a temer
e menos a desejar
quem mereceo para alcamçar
estado, graça e saber.
Vivo segura e contente;
nada temo nem desejo,
pois em mim só junto vejo
tudo o que deseja a gente.

 

PROFECIAS

profecias-lisboa-bn-col-pomb-490.pdf

 

[344r] Este é o grão segredo do sábio Bramim
que para grandes males seria descuberto.

 

 

[346r] Naquele espantoso dia da furiosa e terrível ira dos altos e soberanos deuses que se aqui mostra, se mostrará o alto saber de Bramim e o engano de quem o não creo [346v] para dobrada dor e máguoa de sua alma, que lhe esta lembrança dará.

 

 

[411v] Memória de Bruto, que durará mais que a pedra e o ferro.

 

 

ÁRVORE GENEALÓGICA DE PERSONAGENS (ARCHIVO):